Procurar... Menu
Paris Sempre Paris

10 atrações grátis que você não conhecia em Paris

4 de novembro de 2016

Paris, sem dúvida é um dos destinos mais desejados e mais visitados do mundo. Por outro lado, as atrações da cidade definitivamente não estão entre as mais baratas. Portanto, prepare o bolso quando for passar uns dias por aqui… Pensando nisso, selecionamos 10 atrações GRÁTIS (isso mesmo, grátis) para você curtir ainda mais (e economizar seus euros). Na minha opinião, são atrações para aqueles que estão pela segunda ou terceira vez na cidade e já tiveram a experiência de visitar as atrações “mais badaladas” de Paris. É claro que a cidade possui centenas de outras opções também gratuitas que dariam conteúdo para um guia inteiro só com atrações deste tipo. Portanto, se você quiser contar sua experiência com atrações também “free”, compartilhe conosco nos comentários. Tenha uma ótima leitura!

Clique nas imagens para ampliar

1 – Terraços da Printemps e Galerias Lafayette

printemps-terrace-paris-panoramic-view1

Quer conhecer uma vista diferente de Paris? Basta subir no terraço destas duas badaladas lojas de departamentos: a Printemps ou as Galerias Lafayette. Como as duas são bem próximas, você conhece as duas e ainda aproveita a vista gratuita para fazer aquele “selfie” caprichado.
Sites: www.printemps.com e www.galerieslafayette.com
Onde:
Printemps: 50 boulevard Hassmann 75009
Galerias Lafayette: Ao lado
Metrô: Estações Chaussée d’Antin, Opéra, ou Trinité

2- Cemitério Père-Lachaise

cimetiere-du-pere-lachaise-automne-630x405-c-thinkstock

Apesar de parecer um pouco estranho (ou bizarro), colocar um cemitério no roteiro turístico, garanto que este vale a pena. O Père-Lachaise recebe mais de dois milhões de visitantes por ano. Algumas das celebridades alí sepultadas são: Jim Morrison (vocalista do The Doors – e que tem o túmulo mais visitado do cemitério, onde fãs do mundo todo depositam pontas de cigarro, garrafas de uísque, fotos e mensagens) Oscar Wilde, Edith Piaf, Marcel Proust, Alan Kardec e muitos outros. Fica desde já o aviso: pode não ser fácil encontrar aquilo que procura, uma vez que o cemitério é constituído por 44 hectares e dividido em 97 divisões. Existe até um mapa para você melhor se localizar (este é pago).
Site: www.pere-lachaise.com
Onde: 16 Rue du Repos, 75020 – Metrô Père-Lachaise (linhas 2 e 3); Philippe-Auguste (linha 2).

3 – Patinação no gelo

Patinoire sur la Place de l'Hôtel de ville

Especificamente no mês de dezembro, você, pode patinar no gelo, em frente ao formidável Hôtel de Ville (sede da prefeitura de Paris desde 1357), sem pagar nada. São duas pistas, uma para adultos e outra para crianças, e é necessário levar os seus próprios patins. Se não os tiver, terá de alugar, e isso sim tem um custo (aproximadamente 6€), há a necessidade de apresentar um documento com foto. Por questões de segurança, eles exigem que se usem luvas.
Onde: Place de l’Hôtel de Ville, 75004 Paris – Metrô Hôtel de Ville (linha1)

4 – Petit Palais

800px-france_paris_petit_palais_renove_02

Endereço quase que desconhecido, ainda que se encontre numa área turistica das mais visitadas das de Paris, o Petit Palais fica bem em frente ao Grand Palais e encanta por sua bonita arquitetura e sua decoração impecável. Ele possui um jardim interno absolutamente charmoso e romântico. Em seu acervo podemos encontrar obras de Delacroix, Rodin, Maillol, Vuillard, Courbet, Toulouse Lautrec entre outros grandes artistas. Seu café/restaurante, aberto o dia todo, serve pratos saborosos e com preços mais que honestos.
Site: www.petitpalais.paris.fr
Onde: Avenue Winston Churchill, Paris 8th – Metro Champs-Elysées – Clemenceau

5 – Museu de Arte Moderna de Paris

musee-dart-moderne-de-la-ville-de-paris-interieur-630x405-otcp-amelie-dupont-190-17

Eis alguns dos artistas que você encontra no MAM – ‘’Musée d’Art Moderne de la Ville de Paris’’: Matisse, Picasso, Modigliani, De Chirico, Georges Braque, Jean Arp, Raoul Dufy, Fernand Léger, Hans Arp, Yves Klein, Robert Delaunay, Francis Picabia. Prefere os contemporâneos? Que tal Andreas Gursky, Georg Baselitz, Christian Boltanski?
Este museu, que fica no mesmo prédio do Palais de Tokio, é uma espécie de continuação do percurso do Petit Palais (de onde vieram suas primeiras aquisições – ver tópico anterior), passando por diversas correntes artísticas do século XX: Escola de Paris, fauvismo, cubismo, surrealismo e movimento Dada, arte abstrata, novo realismo, arte conceitual. Entre pintura, escultura, fotografia, vídeo e instalações, o acervo do museu conta com mais de 8000 obras.
Site: www.mam.paris.fr
Onde: 11, avenue du Président Wilson, 75116, Paris
Metrô: Iéna (linha 9) ou Alma-Marceau (linha 9)

6. Mercado de Pulgas de St-Ouen

d729fd31b8

Passear de forma despretenciosa e olhar as vitrines são um ótimo jeito de dar uma espiada em objetos de arte e raridades de várias épocas. O mercado de pulgas (Le Marché aux Puces) e feira de antiguidades St-Ouen é o lugar perfeito para deixar sua imaginação livre para comprar coisas que provavelmente você não planejou. Maravilhe-se com capachos de pele de urso, tapeçarias antigas e escafandros de bronze neste mercado excêntrico. (não se espante com as etiquetas de preço – alguns caríssimos).
Site: www.marcheauxpuces-saintouen.com
Como chegar: Metrô linha 4 estação Porte de Clignancourt / linha 13 estação Garibaldi.

7 – Arenas de Lutécia

arenes_de_lutece_paris_15_august_2013_007

Esta Arena foi construída pelos romanos e teve seu auge no II século DC e apresenta, ainda hoje, um bom estado de conservação, permitindo imaginarmos as lutas de gladiadores, os combates com feras e as representações de dramas e comedias que lá se realizaram, assim como no Coliseu, de Roma.
A arena foi abandonada por volta de 280 DC depois de invasões de tribos vizinhas e utilizada para outros fins. Desaparecendo com o correr do tempo foi redescoberta durante obras de construções nos séculos XVIII e XIX. O local é frequentado por parisienses que aproveitam seus jardins e sua quietude para um momento de relaxamento ou brincar com as crianças.
Onde: 49 Rue Monge, 75005 – Metro Place Monge

8 – Ouvir música ao vivo no “Showcase”

musiquenightpalace52-5-30

Basta chegar antes da meia-noite para ter entrada franca na Le Showcase, a famosa casa noturna parisiense. O ponto alto são as incríveis performances ao vivo, do rock ao jazz, e com alguns dos maiores DJs do mundo.
Além disso, o Showcase tem uma atração à parte: uma deslumbrante vista sob a ponte Alexandre III.
Site: www.showcase.fr
Onde: Pont Alexandre III, Port des Champs Élysées

9 – Ouvir um concerto na Igreja Saint-Eustache

ep40_david_st-eustache_2_an_0

Para quem aprecia uma boa música, deve incluir esta visita ao seu roteiro em Paris. Lá acontecem concertos de órgão gratuitos todos os domingos, às 17h30. O órgão desta igreja gótica, é um dos maiores do mundo, ostentando impressionantes oito mil tubos.
Site: www.saint-eustache.org
Onde: 2 impasse Saint-Eustache – Metrô: Les Halles, linha 4
Horários: segunda a sexta, das 9h30 às 19h, sábado, das 10h às 17h, e domingo, das 9h às 19h.

10 – Estátua de Ícaro de St Cloud (homenagem a Santos Dumont)

Eu não poderia deixar de visitar este lugar mágico para nós, os brasileiros. Recomendo.

Eu não poderia deixar de visitar este lugar mágico para nós, os brasileiros. Recomendo.

Pra mim, umas das melhores experiências em Paris. Momento em que senti ainda mais orgulho de ser brasileiro. No bairro de St. Cloud, o Aeroclube da França mandou fundir uma estátua em bronze, representando o Ícaro da mitologia grega, em homenagem a Santos Dumont. Tal monumento foi colocado em uma pequena praça redonda, próxima à antiga Aeroestação de St. Cloud, de onde Santos Dumont decolava com suas experiências aeronáuticas, e foi inaugurada em 19 de outubro de 1913.

Santos-Dumont posando junto ao monumento original em St. Cloud em 1913.

Santos-Dumont posando junto ao monumento original em St. Cloud em 1913.

Em sua base, está escrito: “Ce monument a eté éleve par L’ Aero Club de France pour commemorer le experiénces de Santos-Dumont, pionnier de la locomotion aérienne.” (Este monumento foi erigido pelo Aeroclube da França para comemorar as experiências de Santos Dumont, pioneiro da locomoção aérea).

O primeiro hangar construído no mundo em St. Cloud.  Criação de Santos Dumont.

O primeiro hangar construído no mundo em St. Cloud. Criação de Santos Dumont.

Infelizmente, durante a ocupação nazista de Paris, durante a Segunda Guerra Mundial, a estátua original foi removida pelos alemães e destruída para reciclar o bronze, para finalidades militares.
Uma réplica foi recolocada no local por brasileiros, em 1952 e está lá até hoje.
Está história é muito interessante e prometo um post exclusivo sobre o assunto.

Onde: Place Santos Dumont – Avenue de Longchamp confluência com a Avenue de Suresnes, St Cloud – 92210
Como chegar: Não há estações de Metrô por perto, portanto pegue o RER (trem), a partir da estação Paris St Lazare sentido Versailles-Rive-Droite (Linha L) e desça na Estação Le Val d’Or. A viagem dura em média 18 minutos e você estará a 3 quadras da praça.

E aí, já conhecia todas as dicas? Quer sugerir novos passeios grátis? Comente e nos ajude a melhorar nosso conteúdo para você.

Voos direto para Paris? Consulte e compre AQUI

Fontes: sites citados no artigo / Fotos: Wikipédia / Google Search / Em casos de divergências quanto a direitos autorais de imagens, nos comunicar imediatamente pelo email redacao@parissempreparis.com.br . Nosso blog apóia os direitos reservados dos autores.